HISTÓRICO

A Fraternal Companhia de Arte e Malas-Artes surgiu em 1993, em São Paulo, com o objetivo de pesquisar os elementos da comédia popular brasileira, quer em seus personagens, quer em suas narrativas orais, suas representações teatrais, sua música, suas formas e cores. Como é evidente, o universo da pesquisa é imenso – em extensão e profundidade – porém, há mais de dez anos, quando nos metemos nessa empreitada, não sabíamos disso, o que desculpa nossa temeridade. Uma década e doze peças encenadas depois, cremos que é possível realizar um balanço do caminho trilhado. Do nosso ponto de vista foi um longo e rico caminho de descobertas nos processos de encenação, dramaturgia, interpretação que nos levou a novas formas de ver e trabalhar o acontecimento teatral e, principalmente, construir novas pontes na relação espetáculo-público. No entanto, temos absoluta certeza de que ainda estamos no limiar do universo da comédia popular e apenas tocamos as amplas possibilidades que a cultura popular nos oferece.

 

Podemos dizer que a trajetória da Fraternal foi “do ver ao ouvir e imaginar.” Esse conceito, cremos, sintetiza o caminho que o grupo percorreu nesses anos de sua existência, pois partimos de um espetáculo cômico “dramático”, fechado pela quarta parede do palco italiano até chegar a uma comédia épica, aberta ao público, com a predominância do ator-narrador, inclusive, com algumas experiências fora do palco italiano, em praças públicas. Essa transição do teatro, digamos, de representação para um teatro de narração implicou, obviamente, em toda uma mudança não só na maneira de ver o fenômeno teatral mas, principalmente, na própria proposta e nos elementos de construção do espetáculo. Cremos que o relato dessa experiência, pontuando os elementos que a nosso ver fundamentaram a nossa pesquisa formal, possa ser de interesse para outros grupos. Principalmente se levarmos em conta que as formas narrativas têm-se multiplicado de forma extremamente consistente na cena contemporânea.

CONHEÇA TAMBÉM A FRATERNAL NAS REDES SOCIAIS