“Autos, segundo a definição clássica, são composições dramáticas breves, de caráter religioso ou profano, podendo comportar elementos cômicos e jocosos” Auto da Paixão e da Alegria enveredou pela ambivalência do cômico/dramático, utilizando sempre a narrativa épica, que caracteriza nosso trabalho

 

A peça narra as aventuras de quatro saltimbancos que se encarregam de contar os acontecimentos bíblicos. Três deles – Amoz, Benecasta e Abu d) -- são pretensamente descendentes longínquos de testemunhas oculares da passagem de Cristo pelo mundo. O quarto saltimbanco, Wéllington é um paraibano que, embora não tenha ancestrais que conviveram com Cristo, conhece inúmeras histórias orais transmitidas pela tradição popular, como a da expulsão de Cristo do Ceará; as andanças da sagrada família pelo sertão brasileiro, quando se perdeu na fuga para o Egito; os milagres não-canônicos e acontecimentos apócrifos, como a presença do Apóstolo Tomé na Bahia e a época em que Cristo foi negro.

 

O protagonista tem uma visão ambivalente onde, de forma orgânica, o sagrado se justapõe ao profano e o humano se mistura ao sublime

 

Resumindo: São quatro saltimbancos que tentam reconstituir passagens da vida de Cristo, entre elas as andanças da sagrada família pelo Brasil.

auto da paixão e alegria

Caminhão equipado com palco leva teatro à zona rural de São Paulo

Atores se apresentam naa zona rural de vários municípios do estado.
Carreta foi especialmente construída para as montagens da companhia.

 

 Globo Rural

Um caminhão equipado com um palco completo leva o teatro à zona rural de vários municípios de São Paulo. Depois de 20 anos atuando em teatros convencionais, uma companhia de São Paulo decidiu levar o espetáculo para fora dos grandes centros. Uma grande carreta atravessa as estradas rurais transportando sonhos e histórias.

A carreta foi especialmente construída para as montagens da companhia. Ela tem um sistema hidráulico no teto e nas laterais. Por isso, todo espaço abre automaticamente e o baú vira palco. Assim, a estrutura completa de um teatro pode chegar aos lugares mais distantes.

Quatro artistas trabalham na companhia. Cada ator encarna de quatro a cinco personagens, com cenários e figurinos diferentes. Mesmo sendo um teatro itinerante, não faltam efeitos especiais nos espetáculos.

O Auto da Paixão e da Alegria durou quase duas horas. O espetáculo conta a história da ressurreição de Cristo na visão de um nordestino que sai em busca da fartura prometida pelo messias. A história do Cristianismo na visão da cultura popular.

Em maio, o teatro itinerante volta a se apresentar em São Paulo e deve passar pelos municípios de Bofete, Pardinho, Botucatu, São Manoel, Santos e Guarujá.